sábado, 3 de novembro de 2018

Curso de Caminhão Guindauto Exclusiva



O CURSO DE CAMINHÃO GUINDAUTO










Um dos mais procurados de equipamento médio, o CURSO DE OPERADOR MANTENEDOR DE GUINDAUTO da EXCLUSIVA CONSULTORIA, é um dos mais tradicionais treinamentos de Parauapebas e região. A primeira turma foi montada ainda no longínquo 2003 e nesses quase dezesseis anos formaram-se milhares de profissionais que hoje estão espalhados por esse Brasil.

Temos orgulho de termos iniciado essa experiência pioneira local, treinamento profissionalizante para trabalhadores que se dispunham a pagar para se qualificarem. Houve um tempo em que as empresas chegaram a pagar, mas logo voltou-se ao modelo atual, você consegue o emprego mas tem que estar qualificado.

Ajudamos a mudar a vida de muita gente e ainda estamos aqui, realizando novos sonhos.

A origem da nossa experiência e referência técnica é o maduro CIPMOI, experiência sexagenária de profissionalização da ESCOLA DE ENGENHARIA DA UFMG, no qual fui instrutor e depois Coordenador por quase seis anos. A melhor experiência da minha graduação. Ali todos os anos abríamos até cento e vinte vagas nas áreas de Engenharia Civil – Mestre de Obras, Engenharia Elétrica – Eletricista de Baixa e Alta Tensão e Engenharia Mecanica – Soldagem I e II. A concorrência era enorme, as vezes chegava até seis mil inscritos. Levávamos para dentro da elitista Escola de Engenharia os trabalhadores comuns e suas demandas e conhecimento de grande valor. 


Aprendemos muito ali e ali construímos relações eternas. A EXCLUSIVA deu prosseguimento em outro tempo e lugar e temos orgulho do método e do que fazemos e fizemos.


O curso atual dura quarenta horas, feitos a distância, vídeos e pratica, de forma individual, o aluno vai pra pratica somente ele, o coordenador e o instrutor contratado, conforme se ve nas fotos. Nesse caso o aluno é o Sr. Manteigão (Josiclei Celestione de Jesus, Palmares I) e nosso parceiro Sr. Reginaldo.



Parabéns a todos e esperamos uma rápida contratação desse novo profissional. Atualmente atuamos na Rua Ceará, 19 – Rio verde – what 94 981041694

domingo, 14 de outubro de 2018

Um alerta para a saúde pública!


VIGILANCIA SANITÁRIA E O AÇAI EM PARAUAPEBAS








 Em destaque no jornal FOLHA DE SÃO PAULO, a questão da transmissão da Doença de Chagas por via oral, a forma mais letal da doença, chamou a atenção para a quantidade de batedores ou revendas espalhados por toda a Parauapebas. São centenas de pontos de venda do Açai e é claro, acreditamos que a imensa maioria esteja sem a devida autorização da Vigilância Sanitária local. E temos razões explicitas para acreditar que é assim, temos denunciado ano após ano, a compra de comida estragada nos supermercados locais, carne em açougues cuja maioria também não são fiscalizados e até mesmo padarias, lojas de sorvete, frios, etc. é uma entidade burocrática, relativamente acomodada.





Os casos dos batedores e vendedores de Açai é grave porque é um caso especifico o de saúde pública, ou seja, responsabilidade direta do órgão fiscalizador. Essa forma de transmissão da doença pode ser evitada e ainda assim temos tantas vidas sendo perdidas por falta de fiscalização.

A situação é grave, os casos triplicam. Poderia uma ação preventiva da Vigilância Sanitária local conter essa onda? Achamos que não, e temos razões para acreditar nisso: a interferência política nas ações de governo. Muitos serão notificados e nada farão, até a onda de vigilância passar. Outros serão protegidos por padrinhos políticos, vereadores, os donos do poder local, etc.



Pode ser adotado um procedimento mínimo, focado apenas no essencial para a liberação, evitando assim o encerramento de um pequeno ou médio negócio que salva a renda de famílias inteiras. Acredito que uma associação que represente todos os interessados poderia estar dialogando com a prefeitura e acertando um calendário comum de adequação de seus negócios as normas sanitárias municipais.

Mas precisa de ação pública e precisa de reação dos empreendedores, em fazer seus negócios dentro da lei, respeitando a saúde dos seus clientes.



Nossa empresa dispõe de profissionais que podem facilitar a documentação e procedimentos exigidos pela Vigilância Sanitária no processo de legalização dos negócios com Açai, do pequeno, médio e grande empreendedores. Façam contato conosco, temos o melhor preço e a maior agilidade na resolução de problemas de negócios, em diversas áreas, desde o licenciamento ambiental local ao suporte a selos nacionais de liberação e circulação de alimentos e espécies vegetais.